sábado, 17 de dezembro de 2011

A UNIÃO PERFEITA

Ninguém é apenas aquilo que se vê – um corpo. Nem mesmo o corpo é apenas aquilo que vemos, porque no oculto, para além da pele, está à carne viva, o nervo, as artérias, os ossos, a medula... De qualquer forma, temos que nos relacionar com as pessoas! Mas a questão é: “com o que realmente estamos nos relacionando?”

As pessoas identificam-se umas com as outras a partir do que vêem. Elas se identificam com um corpo malhado, sarado; a aparência bela manifesta em cabelos, cor de pele, e outras formas conciliadas pelo mundo da moda; gentilezas e etc. Tudo isso, no campo da apreciação não gera nenhuma decepção! Mas se passar para o campo do convívio, será que não haverá conflito?

Este é o erro mais básico nas uniões: casar-se com o visível e não se casar com o invisível. O resultado é: as pessoas estão perfeitamente de acordo com o corpo, mas há um profundo desacordo com a parte oculta que cada um é. Ou seja: estão casadas com a menor parte e divorciadas da maior.

Aquele ou aquela que quiser uma união perfeita, esse terá que concordar e casar não somente com o corpo, mas também com os sentimentos, os pensamentos, os sonhos e etc. Portanto, namore com todas as partes antes de casar. Se todas as partes estiverem de acordo, vá em frente!

   

8 comentários:

Homens INDO disse...

E é essa a maior razão de tantos divórcios, como o sr. falou,"ESTÃO DIVORCIADAS DA MAIOR PARTE,(O INVISÍVEL)". Não chegam nem a namorar com essa parte. Como é bom poder ler postagens como essas.

Edson Carmo disse...

Homens INDO,

Eis a Verdade!!!

Grato pela participação.

Abraço do amigo,

Edson Carmo

Lu Araujo disse...

Concordo inteiramente com o senhor!
rsrs...

Um bom relacionamento deve ser construido sobre bases sólidas.

Tudo de bom!!!

Edson Carmo disse...

Querida amiga Luciana,

Isso, exatamente!!!

Grato, tudo de bom...

Abraço do amigo,

Edson Carmo

Adh2bs disse...

Prezado Edson;
Muito sensato e sábio... Mas os seres humanos são sensatos? Para o depois, isto é, após o casamento, quando o casal briga recomendo a cada um lembrar - ali mesmo no calor da refrega - das qualidades do outro; porque afinal o casamento se deu em função das qualidades que cada um via no outro, e não nos defeitos! É tiro e queda, sempre funciona, a desavença perde o sentido (há 22 anos já, no meu caso). Grande abraço,
Adh

Edson Carmo disse...

Querido amigo Adhemar,

Ótima colocação!!! De fato, a maioria é - como você disse - insensata. Na verdade, de pessoa para pessoa há inequalidades, e isso já começa no fato de ser uma homem e a outra mulher. Qual o problema que há nisso?

É absurdo um homem querer que a mulher urine em como ele o faz. Seria o mesmo absurdo a mulher se irritar porque o homem não faz xixi como ela. O homem não é igual a mulher, nem a mulher igual ao homem.

Se aceitarmos as pessoas como elas são, todo o conflito cessa. O conflito só existe porque pessoas não estão fazendo o que outras querem. Isso é no mínimo egoísta, querer que uma pessoas abandone a vontade dela para fazer a sua.

Estou muito grato por sua participação. Aceite um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Imac by Artes disse...

Querido amigo!
Ótimo texto!
A união perfeita(se é que existe)deve ser feita de corpo e alma.
Abraços! Uma semana abençoada,repleta do amor de Deus e de preparativos para um santo e feliz natal.

Edson Carmo disse...

Querida amiga do blog Imac by Artes,

O caminho é esse: corpo, alma...

Grato por participar! Boas festas!!!

Abraço do amigo,

Edson Carmo