sexta-feira, 19 de outubro de 2012

EFEITO SOMBRA

Alegria e tristeza são conseqüências... Sendo que a alegria é conseqüência do acerto; e a tristeza conseqüência do erro. Tudo é uma questão de plantar e colher!

Mas as pessoas querem colher alegria, enquanto semeiam o erro! Como é possível evitar a tristeza se sua causa não é abandonada?

Seu problema não é a tristeza. Seu problema é tudo aquilo que à ocasiona. Lembre-se: A tristeza é uma espécie de sombra.

   

4 comentários:

jair machado rodrigues disse...

Meu bom amigo Edson, faz algum tempo que naõ me manifesto aqui, então lá vai: entendo assim também, colhemos o que plantamos, mas às vezes a tristeza pode ser não decorrente de um erro, mas de uma decepção, por exemplo, ser abandonado pelo ser amado (só exemplo)... fora esta divagação amorosa, temos o mesmo entendimento. Fiquemos com Deus.
ps. Meu carinho meu respeito meu grande abraço.

Edson Carmo disse...

Meu bom e querido amigo Jair!!!

A decepção é decorrente de um erro – o erro de imaginar o certo no incerto; o imutável no mutável; o constante no inconstante; o fixo no devir... Então a pessoa pensa que seu amado, sua amada, nunca mais vai desejar outro alguém, quando em potencial o desejo dele ou dela pode fluir a qualquer momento em direção a outra pessoa!

Onde está o erro? O erro está em “fotografar” os sentimentos de hoje, e acreditar que eles serão os mesmos além do amanhã. Tudo pode mudar, e quem sabe disso não tem porque se frustrar.

Meu carinho e respeito incondicional. Aceite um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Janise, Com ou Sem Crise disse...

Estava pensando... já senti tristeza sem ser motivo de erro meu, mas pensando melhor talvez tenha errado em confiar demais, em amar demais, em sonhar demais... pois pessoas são só pessoas e nada a mais.

Edson Carmo disse...

Querida amiga Janise,

Pessoas são pessoas. Circunstâncias são circunstâncias. Pessoa é um seguimento de fazes e a circunstancia é uma espécie de acidentalidade – tudo isso passa. Se passa é um erro acreditar que não passa.

Estou muito grato por sua participação. Aceite um abraço do seu amigo,

Edson Carmo