quinta-feira, 28 de março de 2013

COMUNICAÇÃO EFICIENTE - 2

 
Toda a comunicação começa no sentimento. Então ouça esta pergunta: “Como você se sente em cada momento que fala?” Se você souber perceber isso, se você souber responder a esta pergunta, então você saberá o que está comunicado, e como está fazendo as pessoas se sentirem.

Seu sentimento é bem mais forte que seu pensamento. Então se você pensa e diz: “estou muito confiante”, e no mesmo instante o seu corpo transmite um sentimento de desconfiança, então a comunicação que as pessoas vão ouvir é sobre desconfiança, e não confiança!

Lembre-se: O que a gente fala deve estar no mesmo nível daquilo que sentimos e transmitimos através do corpo.

Ao tentar se comunicar com as pessoas; observe como está fazendo elas se sentirem. Lembre-se que você quer chegar a algum lugar. Lembre-se também que a comunicação tem começo, meio e fim. O começo é a exposição e o fim é a compreensão. Se você está comunicando, e a pessoa está sentindo que é verdade, então ela vai dedicando mais atenção, se entregando...

A comunicação tem uma estrutura. É isso mesmo! E para que ela aconteça você precisa criar interesse nos ouvintes por aquilo que você está comunicando. Por exemplo, você deve falar de um jeito que o ouvinte diga: “que interessante, eu ainda não tinha percebido isso, não tinha pensado nisso...” ou “eu quero aprender isso, quero entender isso...” Apenas quando algo assim acontece, a comunicação inicia-se.

Mas o interesse é apenas uma parte do processo de comunicação. Quando ele – o interesse – é criado, então se faz necessário alinhar as dimensões para que haja conexão na comunicação. Porque nem sempre quem fala e quem ouve estão na mesma sintonia, na mesma freqüência. Nem sempre ambos partilham da mesma mente.

   

2 comentários:

Nâna Pessoa disse...

"...Porque nem sempre quem fala e quem ouve estão na mesma sintonia, na mesma freqüência. Nem sempre ambos partilham da mesma mente."

Como é dificil criar este ambiente que mais propicia a comunicação do que o desencontro, mas vamos lá meu querido, estamos aqui para isso, não é mesmo?? :-)

sempre muito bem escrito e descrito.
bju gde

Nâna

Bípede Implume disse...

Olá Edson
Obrigada pela sua presença.
Suas reflexões sobre Comunicação muito interessantes.
Abraço de Lisboa.