sexta-feira, 24 de abril de 2015

RELACIONAMENTOS

Você está vivendo os problemas referentes ao relacionamento atual. Se não se relacionar, terá os problemas referentes a solidão. Se começar um novo relacionamento com outra pessoa, terá de administrar os problemas referentes ao relacionamento com a outra pessoa. Os problemas são decorrentes da vida que vivemos – e não da que não vivemos! É por isso que é tolice dizer: "se não estivesse com essa pessoa eu não estaria passando por esses problemas". É verdade! Mas com certeza estaria passando por outros. A questão fundamental à ser entendida, é que os problemas não são o ponto. O ponto é o despreparo! Se a pessoas não foi imunizada, se não foi blindada, se não foi preparada para resolver os problemas, ou não sabe como preveni-los, então de fato eles serão problemas.

6 comentários:

Gheni Elizabetty disse...

Boa tarde Edson, passamos muito tempo tentando entender os outros quando na verdade deveríamos fazer isso por nós mesmos. Um abraço meu amigo!

Edson Carmo disse...

É verdade, querida Gheni!

Geralmente acompanhamos a direção dos sentidos externos...

Grade abraço!

Adh2bs disse...

Prezado Edson
Todo problema é relativo. As vezes enxergamos onde não há nenhum, ou maiores do que realmente são. A questão é querer enfrentá-lo e resolvê-lo ou administrá-lo. Vc tem razão porque devemos estar preparados pra isso.
Grande abraço!
Adh2bs

Edson Carmo disse...

Meu amigo Adhemar!

É isso! Satisfação em te ver aqui, abrilhantando este espaço.

Grato

Antonio Batalha disse...

A Verdade Em Poesia, está a tentar visitar a todos os seus seguidores,
para deixar abraço amigo e agradecer por termos ficado juntos mais um ano, desejar também que este ano lhe traga muitas alegrias, e grandes vitórias.
Atenciosamente. António.
PS. tive de seguir outra vez porque estava sem foto, ou sem endereço.

António Jesus Batalha disse...

Estou a tentar visitar todos os seguidores do Peregrino E Servo, e verifiquei que eu estava a seguir sem foto, por motivo de uma acção do google, tive de voltar a seguir, com outra foto. Aproveito para deixar um fraterno abraço.
António Jesus Batalha.