quinta-feira, 20 de maio de 2010

ROUPAS FALAM


Um companheiro de trabalho um dia me disse algo assim: “As roupas conversam...”

Sim, as roupas falam, porque são escolhidas por uma necessidade interior, e às vezes essa necessidade pode ser exterior.

Olhe para um guarda de trânsito, sua roupa/farda lhe dá autoridade. Mas se ficar sem ela, quem o obedecerá? Quem dirá que tal homem é um guarda de trânsito?

Nesse caso, quem comunica a autoridade do guarda de trânsito, não é a roupa?

Estando num certo lugar, ao contemplar duas pessoas – uma com fino paletó e gravata, outra vestida com roupas velhas, sujas e rasgadas – quem nos parecerá ter dinheiro e quem nos parecerá não ter dinheiro? Será que as roupas não nos darão um palpite?!

Às vezes as pessoas encaram as roupas como sendo um estilo. Mas é importante saber que não é o estilo quem escolhe a pessoa; é a pessoa quem escolhe o estilo. E cada pessoa – como já disse – escolhe o estilo de acordo com sua necessidade interior ou exterior.

Por exemplo: Existe o estilo PUNK. Quem escolhe as roupas do estilo PUNK? Será uma pessoa conformada com a sociedade ou será uma pessoa inconformada?

Existem as prostitutas. Quais as roupas que elas escolhem? Qual o estilo? Será as roupas que cobrem os seus corpos ou será as que os expõem? Se uma mulher está com desejo de ser cobiçada, cantada, desejada, tocada... Qual o estilo das roupas que ela veste? Certamente não serão roupas de freira!

As roupas falam, contam muito do que as pessoas são por dentro, e às vezes, por fora. Olhe para suas roupas, seu estilo e descubra o porquê? É possível que exista algo muito profundo por trás disso.

Edson Carmo

28 comentários:

Gersika Garrido disse...

Faz muito sentido e eu já tinha reparado nisso comigo. Eu gosto de blusas e calças, pq as saias e vestidos chamam atenção pra determinadas partes do meu corpo que eu fico constrangida quando olham. Eu tomo cuidado com minhas roupas, com relação a cores e modelos, muito por essa questão. Boa observação! =]

Filha do Dono disse...

É uma boa observação mesmo. Normalmente ninguém fala ou liga pra isso, mas é importante porque se as mulheres colocarem roupas sensuais provocam o homem porque a carne é fraca.
"Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca." Mat 26:41
Nós temos que vigiar o que falamos, o que fazemos, o que cantamos e o que vestimos. Até porque se um homem me olhar por culpa minha EU o fiz pecar e assim peco eu também..
Deus abençoe.

Edson Carmo disse...

Querida amiga Gersika Garrido,

Que bom que sua necessidade não é de se expor. Como já disse: nossas ações são frutos das nossas necessidades. Um alcoólatra, vai sempre preferir álcool ao invés de refrigerante. O que vai determinar sua escolha neste caso, é o vício, não ele que está sendo destruído de alguma forma.

Obrigado pela sua participação. Aceite um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querida amiga Filha do Dono,

Temos de vigiar, meditar, olhar para tudo com Consciência. A menos que façamos isso, nossas vidas ficarão a mercê do instinto, da pulsão, do vício, do ego, da cólera, e assim por diante. Tomemos conta de nossas vidas, pois seremos nós mesmos quem daremos conta delas a Deus.

Obrigado pela reflexão e aceite um abração do amigo,

Edson Carmo

Mariani Lima disse...

Certa vez uma pessoa amiga disse que o que importava não era a roupa nem o exterior mas sim o que a pessoa tinha por dentro, daí uma outra pessoa respondeu: Mas afinal o que vc tem por dentro que te faz se vestir dessa maneira. Qual a necessidade que está lá dentro que faz vc se expor dessa maneira? Achei no minimo interessante.
Fiquem com Deus!

cantinho she disse...

Ei, td bem meu amigo? É verdade as roupas falam sim, mas elas tb podem mentir, podem passar uma coisa para na realidade esconder outra, assim tb falando, né?(rs)Enfim...
Bjo, bjo! ;)

João Simões disse...

bom post para refectir....

ja viste o selo k te deixei no meu blog?

Edson Carmo disse...

Querida amiga Mariani Lima,


“Mas afinal o que vc tem por dentro que te faz se vestir dessa maneira. Qual a necessidade que está lá dentro que faz vc se expor dessa maneira?”

Essa é a pergunta que deve ser respondida conscientemente. Obrigado por sua participação, por seu comentário.

Fiquem com Deus! Aceite um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querida amiga Sheila,

Tudo bem!

Concordo com você, as roupas podem ser frutos da hipocrisia. E a hipocrisia é algo que reside internamente! Assim estamos corretos nisto que estamos afirmando. Se do lado de dentro há mentira, então é certo que as roupas também mentirão.

Obrigado por sua participação, pela reflexão.

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querido amigo João Simões,

Vi o selo ontem ao visitar os blogs que tenho seguido. Já deixei lá o meu agradecimento, o qual confirmo aqui: muito obrigado!

Grato por seu comentário!

Um abraço do amigo,

Edson Carmo

LUmeNA disse...

Excelente post!

Um facto bastante característico é estabelecer padrões, existem conjunto de regras de conduta, que consciente ou inconscientemente todos praticam, e levam as pessoas a seguirem tais padrões, por vezes uma fuga a esses padrões está patente nos conceitos de beleza e de estética, que por sua vez relacionados à personalidade.
A forma como algumas pessoas se vestem, por vezes a própria sociedade assim o exige.
Importa sim o que vestimos. Quando se fala em qual deve ser o vestuário adequado, muitas pessoas falam das calças, saias e vestidos. Esta é uma visão limitada. O verdadeiro vestuário envolve questões muito mais profundas, do que uma simples escolha de peça de roupa.
Cada povo, com a sua cultura adopta padrões da sua região, mesmo que estas se revelem inadquadas.
O que importa não é o que vestimos, ms sim é o que vai no nosso coração. Mas, certamente, que o que vai no nosso coração também se revela no nossso exterior. Até, a nossa personalidade pode ser avaliada, em parte, através daquilo que vestimos. A roupa que usamos demonstra a forma como queremos que os outros nos vejam. Por isso tudo, vestir-se correctamente não é questão tão simples como a escolha de uma saia ou de uma calça, ou mesmo vestido!
As pessoas vivem muito à base de estilos. Eu nunca segui uma tendência, sempre me vesti da forma que me sinto melhor.

Um Abraço,
LUmeNA

Marcelo Marques disse...

Deixo meus parabéns pela sua página.

Acompanhe minha agenda:

http://www.teologiadaaplicabilidade.blogspot.com

Eduardo Medeiros disse...

Meu amigo, tudo bem?

De fato as roupas falam como você bem demonstrou no seu interessante texto. Mas cá fico pensando: Será que a roupa reflete de fato quem eu sou?

Talvez sim, talvez não...

Muitas vezes precisei usar terno e gravata pois a convenção social me obrigava a isto em algumas ocasiões, mas eu não gosto de usar.

Gosto de roupas leves, tipo bermuda e camiseta rsss mas será ainda que bermuda e camiseta de fato diz quem eu sou?

Taí a questão para você decidir meu amigo psicólogo!

abraços

Eduardo Medeiros disse...

Ah, Edson, lembrei de uma coisa. E o que dizer de alguém que fala com cachorros? O que tal pessoa será?

Veja lá no meu olharotempo.blogspot.com

Edson Carmo disse...

Querida amiga LUmeNA,

Excelente comentário! Obrigado!

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querido amigo Marcelo Marques,

Obrigado, parabéns por sua página também!

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...



Querido amigo Eduardo Medeiros,

Comigo ta tudo bem!

Você disse: “Muitas vezes precisei usar terno e gravata pois a convenção social me obrigava a isto em algumas ocasiões, mas eu não gosto de usar.”
Eu já havia falado sobre isso no segundo parágrafo, eu disse: “e às vezes essa necessidade pode ser exterior.”

Mas ainda assim, sendo necessidade exterior, não deixa de ser uma necessidade – se não, porque você se trairia fazendo aquilo que não gosta?


Você ainda perguntou: “será ainda que bermuda e camiseta de fato diz quem eu sou?”

Ao que respondo: “você usa bermuda e camiseta! E por que não usa saia e bustier, se são roupas ainda mais leves ?!” Ora, para se sentir homem o homem precisa usar roupas de homem – isso é uma necessidade –, não importa se é mais leve ou mais pesada, isso depende da necessidade interna e as vezes externa.

Espero ter me feito compreender, se não, faça uma nova abordagem.

Obrigo por sua contribuição.

Abraços do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...



Querido amigo Eduardo Medeiros,


Diria ser uma pessoas sensível; uma pessoa capaz de se relacionar com o simples – tão simples que a maioria não se interessa.

Um abraço do amigo,

Edson Carmo

NICODEMOS disse...

Paz seja contigo

Muitas vezes me pergunto sea pessoa que veste uma roupa extremamente sensual tem idéia do quanto se expõe e até permite que se associe uma imagem de promiscuidade ou de carater duvidoso. Do mesmo modo tambem mepergunto se certos vestidões são suficientes para abafar o impeto de certas mulheres que apregoam padrões de moral, mas no íntimo são indomaveis e sensuais no convivio proximo.

De fato a roupa é mais um aspecto que nos ajuda a formar e expressar uma parte da nossa identidade pessoal.


Permaneça na Graça e frutifique nela

Sejam bem vindos em meu blog e que possam ser edificado na Palavra

atalaiadooastelo.blogspot.com

Nicodemos

Edson Carmo disse...

Paz e Graça querido amigo Nicodemos!

A primeira vez que se usou roupas, foi no Éden, e a intenção foi de cobrir a nudez. Se as pessoas estão se vestindo de forma que não cobrem sua nudez, então concluo que elas não sabem para que as roupas foram feitas.

As roupas são para cobrir a nudez, portanto nada há de errado com os vestidões. O problema está na pessoa, não nas suas veste. Como já falei, se uma pessoa é hipócrita, sua hipocrisia será manifesta também em suas vestes, e assim, suas vestes falarão mentiras tanto quanto ela.

Qualquer Psicólogo é sabedor de que todo o problema que temos em nossa sociedade é por causa da tal moralidade. Ora, moralidade é o outro aspecto da imoralidade e a imoralidade o outro aspecto da moralidade. Assim, quanto mais moral mais se é imoral. Prego a amoralidade.

Estou na Graça e frutificando Nela. Muito obrigado por seu importante comentário. Visitarei o seu blog e me tornei seguidor.

Aceite um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Eduardo Medeiros disse...

Explicou sim. E concordo plenamente com o que você disse ao Nicodemos sobre moralidade.

Edson Carmo disse...

Querido amigo Eduardo Medeiros,

Gosto muito da forma com que você provoca os debates. Todos aprendem muito com você. Obrigado por sua preciosa contribuição.

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Maxwel Quintão disse...

Excelente post, já tinha reparado que as pessoas realmente expressam-se através da roupa. Já me aconteceu, de forma inconsciente, em dias em que estou triste tenho tendência a vestir roupas escura, por isso concordo contigo quando dizes que a roupa expressa uma necessidade interior.

Edson Carmo disse...

Querido amigo Maxwel Quintão,

Obrigado por seu testemunho!

Um abraço do amigo,

Edson Carmo

Com Cristo somos mais que vencedores!!! disse...

Sabio artigo, realmente, o perfil de vestimenta de uma pessoa diz muito sobre ela, e isso as vezes e bem levado em conta em determinadas situações
Fique na paz!
Vivemos Com Jesus.Blogspot

Edson Carmo disse...

Com Cristo somos mais que vencedores!!!

Muito obrigado por seu apoio. Muito obrigado por seu comentário.

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Josiel Dias disse...

Olá meus irmãos Graça e Paz.

Estou muito feliz em conhecer mais um espaço que propaga a palavra
de Deus.
se desejares em conhecer o nosso blog, será um prazer
tê-lo como visitante e se desejares nos seguir, ficaremos felizes.
Mensagem Edificante para Alma
http://josiel-dias.blogspot.com/

Aprendendo uns com os outros crescemos em graça
e conhecimento.

Josiel Dias
Cons Missionário
Congregacional
Rio de Janeiro

Edson Carmo disse...

Querido amigo Josiel Dias,

Obrigado pelo comentário e pelo convite!

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo