sábado, 26 de fevereiro de 2011

COMO FAZER A ESCOLHA CERTA



Acidentes acontecem! É impossível deixar de se deparar com situações indesejadas. Na vida, acontecem coisas agradáveis e desagradáveis; e diante delas, uma escolha se deve fazer. Mas há os que fazem a escolha certa, e há os que fazem a escolha errada. Há os que dizem: “eu sou infeliz porque isso me aconteceu” – essa é a escolha errada!

Por que é a escolha errada? Observe, essa escolha, essa conclusão, está baseada no ACONTECER e não no SER, e o ACONTECIMENTO é passageiro, e o SER é permanente. Aqui, eu estou tomando a palavra ACONTECER no sentido de EXPERIÊNCIA, e a experiência sempre passa, mas o EXPERIMENTADOR fica. Então, se uma pessoa entende que ela (o SER) não é a experiência, e sim o experimentador, então automaticamente ela se liberta do sofrimento “proposto” pelo acontecimento.

Apenas com essa percepção, é possível se separar da experiência. Apenas com essa percepção, é possível negar o que precisa ser negado no processo: a INFELICIDADE. Porque essa é a conclusão errada, a escolha errada. A felicidade e a infelicidade estão em você, mas não é você! A questão é que você se alegra com a felicidade e sofre com a infelicidade. Mas lembre-se: você nem é feliz, nem infeliz. Felicidade e infelicidade são escolhas. Você (seu SER) está para além das escolhas, separado delas, e por isso, pode escolher. Se você pode escolher, então escolha o certo, escolha o que faz bem – não podemos evitar os acontecimentos, mas podemos escolher algo que traz contentamento.

Edson Carmo

8 comentários:

Eugenia disse...

Isso é verdade meu amigo. Quando algo de ruim me acontece, paro, penso sobre o assunto e fico triste sim, mas logo depois me alegro novamento porque sei que o meu mau humor ou minha infelicidade não vai resolver problema algum que me venha me atinjar.
Um grande abraço e obrigada por escrever posts tão úteis pra todos nós.

Edson Carmo disse...

Oi minha amiga Eugenia!

Uma bela conclusão a sua: "o meu mau humor ou minha infelicidade não vai resolver problema algum que venha me atingir."

Grato por seu carinho e apoio a este trabalho.

Aceite um abraço do amigo,

Edson Carmo

Sergio disse...

Es verdad amigo, no podemos evitar que sucedan, pero podemos aprender con ellos, porque nada sucede por casualidad...

Gracias, me gustó leerte.

Te dejo saludos argentinos,

Sergio.

Edson Carmo disse...

Querido amigo Sergio,

Você está certo, “nada acontece por acaso”. Todos nós somos como diamantes. Algum atrito é preciso sobre nós, para desbastar nossas arestas. É com o processo de lapidação que atingimos reconhecimento e valor de preciosa jóia.

Grato pelo comentário e apoio a este trabalho.

Aceite um abraço. Deixo saudações do Brasil.

Edson Carmo

Sandra Botelho disse...

na vida nossas escolhas refletem nosso futuro...Entre ser feliz e ter razão, prefiro ser feliz.
Bjos achocolatados

Edson Carmo disse...

Minha querida amiga Sandra Botelho,

Sim, é verdade! Com as escolhas se determina o futuro. Ser feliz é sentir; ter razão é racionalizar. Sentir e ter razão, ambos dão satisfação. Sentir é um pouco mais profundo que racionalizar, porém a meta é transcender a ambos, chegar ao lugar onde está a beatitude, a bem aventurança perene.

Grata pelo comentário.

Beijos achocolatados do amigo,

Edson Carmo

Maxwel Quintão disse...

Simplesmente amei este texto!

Edson Carmo disse...

Querido amigo Maxwel Quintão,

Muito grato por seu depoimento!

Abraços do amigo,

Edson Carmo