segunda-feira, 18 de outubro de 2010

O SER HUMANO SEM A CULTURA


O ser humano sem a cultura, a educação, a moralidade... é natural, mas consequentemente é um animal. Se um ser humano for criado isolado de tudo isso, ele será natural, mas consequentemente um animal. O ser humano civilizado, educado, torna-se um homem, uma mulher, mas não poderá permanecer natural. Tornar-se-á falso, adestrado, condicionado... Porém, uma coisa deve ser considerada: a possibilidade da consciência só se abre no estágio do homem e da mulher.

Olhe, veja: Nenhum animal pode mentir – e isso não é porque eles são santos não; eles não podem mentir porque eles não têm a opção de serem falsos. Nesse sentido, os animais não têm direito a liberdade, mas o homem tem. Perceba, o homem é o único que tem o privilégio da liberdade – os animais não!

Neste mundo, tudo está forçando o homem a ser mentiroso, mas quando ele fala a verdade, então essa é a sua escolha, sua liberdade, e não uma imposição.

Quem mente não está em liberdade, porque sempre que o homem mente, ele mente porque está sendo forçado – e isso é sua escravidão e não sua liberdade. O homem mente com medo das conseqüências que ele enfrentará se falar a verdade...

Quando o homem percebe que perdeu sua naturalidade, e que, está vivendo a não-naturalidade, então ele a abandona também. Agora ele não poderá ser, nem o animal e nem o homem. Estará caminhando para o estágio transcendental; deixará de ser ambos para ser santo. Esse é o estágio que a Sabedoria Crística quer nos levar.

Edson Carmo

8 comentários:

Nâna Pessoa disse...

São poucos que sabem viver e conviver em sociedade respeitando o limite do outro e o próprio ao mesmo tempo.
Interessante dizer que a verdade nos liberta, pois muitos acham que mentir é necessário para um convívio agradável. No entanto esquecem que estão sendo falsos consigo mesmo e que seria muito mais proveitoso e digno ao em vez de mentir para ter uma relação melhor com o próximo, mas ponderarmos os nossos erros e tentar diminuí-los conforme vamos seguindo a nossa evolução.
Pois a vida é para isso, evolução que não tarda, conhecimento que nos alimenta, verdades que constrói.
Tudo meio nebuloso para aqueles que fogem de seu destino.

Abraço forte!
Nâna

Edson Carmo disse...

Querida amiga Nâna Pessoa,

O homem tem capacidade de pensar, raciocinar, projetar... isso é a sua mente. Essa mente trouxe ao homem “soluções”. Agora o homem está “forte, protegido”. Mas dentro dessa fortaleza, dentro dessa proteção, o homem se isolou de si mesmo e está também escondido dos outros.

Grato pelo comentário. Um grande abraço. Excelente semana!

inteh

Edson Carmo

Juci Barros disse...

Incrível. Hoje dei uma aula sobre o estado natural do homem em contraponto com o estado cultural. Bem proveitoso o que li aqui.
Beijos.

Valdecy Alves disse...

Olá, amigo blogueiro,
Leia poesia que reafirma a vida como um bem cósmico, propriedade de ninguém, acessando meu blog:
http://valdecyalves.blogspot.com/2010/10/poesia-da-afirmacao-da-vida.html

Leia também a penúltima matéria. Vc sabia que já existiu campo de concentração no Brasil. Ver em:
http://valdecyalves.blogspot.com/2010/10/caminhada-da-seca-de-senador-pompeu-em.html

Edson Carmo disse...

Querida amiga Juci Barros,

Fico mais feliz em saber que você é uma construtora de uma nova consciência no homem. Para termos um mundo melhor é preciso que o homem transcenda sua dualidade – esse conflito do animal com o cultural que há nele – e seja uno: maior que o animal, maior que o cultural, simplesmente espiritual.

Grato pela seu depoimento, sua participação.

Beijos do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querido amigo Valdecy Alves,

Ok conterrâneo, grato pela visita e pelo convite.

Um abraço do amigo,

Edson Carmo

Lumena Oliveira disse...

"...a possibilidade da consciência só se abre no estágio do homem e da mulher."

Estive ausente por uma causa mui nobre. Essa mesma causa é o prelúdio da Consciência. Volto novamente a retomar o mesmo ritmo de actividade e acompanhar as mensagens que vão surgindo.

A consciência, esse estágio da centelha da essência divina, o estágio da pureza, sem a cultura, sem a educação e sem a moralidade, o ser humano consegue alcançar a Sabedoria Crística.
Não basta pensar, raciocinar e projectar para superar o desequilíbrio, do bem e do mal. O condicionamento os limita de atingir a Sabedoria Crística. A dificuldade em discernir
correctamente o Caminho da Liberdade, é uma das formas para a não compreensão e a procura do sentido da Vida.
Grande parte do sofrimento humano está em reviver o passado, e a ansiedade do futuro. Viver o presente, se caminha para a Sabedoria Crística, sem sombras, caminhando em direcção a um ponto, em que nos tornamos "Unos", onde nós e a luz, nos fundimos, e não mais sombras existem.
Nós próprios procuramos incessantemente uma luz, é inato no ser humano. Por exemplo: se ficamos sem electricidade, procuramos ofegantes uma vela, uma lanterna, uma luz. Estar "consciente", é sermos capazes de desenvencilharmo-nos dos medos, das mentiras, dos preconceitos, dos sentimentos negativos, da inveja, dos ciúmes, das rivalidades entre uns e outros, é sermos capazes de perceber a Vida como Una, como um Todo, sem partes, sem divisões.
Isto tudo para dizer que é necessário deixar para trás as sombras e, compreender a justiça, o amor e a verdade.

Um Grande Abraço, e grata por esta excelente mensagem, que certamente abrirá novos rumos de vida.

Lumena Oliveira

Edson Carmo disse...

Minha querida amiga Lumena Oliveira,

Que bom que você está de volta!

Você disse:

”Estar ‘consciente’, é sermos capazes de desenvencilharmo-nos dos medos, das mentiras, dos preconceitos, dos sentimentos negativos, da inveja, dos ciúmes, das rivalidades entre uns e outros, é sermos capazes de perceber a Vida como Una, como um Todo, sem partes, sem divisões.
Isto tudo para dizer que é necessário deixar para trás as sombras e, compreender a justiça, o amor e a verdade.”

O medo é o dilema entre as possibilidades e as impossibilidades. Se sei que determinada coisa não é possível, então não tenho medo. Se sei que determinada coisa é possível, também não tenho medo. Mas se sei que há possibilidades, então tenho medo, ansiedade, angustia... A consciência é a certeza do que é possível e do que é impossível; para a consciência não duas possibilidades, e sim uma.

Um Grande Abraço, e grato por este excelente comentário.

Edson Carmo