domingo, 30 de janeiro de 2011

O PODER QUE O NOME NÃO TEM


Nomes são truques para fazer-nos acreditar que as coisas, as pessoas, são o que elas são chamadas. O nome é uma estratégia para nos desviar da verdade. Não é porque sabemos o nome das coisas, das pessoas, que sabemos em profundidade o que elas são! Quando uma pessoa nos revela o seu nome, ficamos sabendo quem ela é por causa disso? É certo que não! Mas nós somos impulsionados a dizer para as outras pessoas que a conhecemos, ao citar seu nome! Dizemos: “conheço sim! É o Paulo, é o João, é a Maria...” Ora, Paulo é apenas um nome, uma combinação de letras! Como uma combinação de letras pode descrever um ser-humano? Por trás do nome há um mistério indecifrável, há um ser, uma consciência, uma vida... Mas por causa do nome, da aparência, pensamos que conhecemos as pessoas. Lembre-se, nomes são rótulos e não o produto. Não pense que conhece uma pessoa, uma coisa, porque conhece os nomes que foram dados a elas. Olhe mais profundamente, penetre mais profundamente, você vai se surpreender.

Edson Carmo

9 comentários:

Wanderley Elian Lima disse...

Olá menino
Realmente nomes são apenas rótulos. Para se conhecer o conteúdo é necessário uma convivência bem mais atenciosa, que apenas chamar pelo nome.
Grande abraço

Eugenia disse...

Bom dia Edson!
Nomes e pessoas, ações e fatos são coisas distintas umas das outras. por vezes mudamos nosso jeito de ser pelos outros, pelo que os outros esperam. Um nome a se zelar ou simplismente jogado na lama.
Pensamos saber identificar a verdade, mas qual é? onde ela está?
Somos rotulados por nossas ações, independe dos outros saberem ou não o que te fez fazer algo bom ou ruim.
Boa semana meu amigo...

Edson Carmo disse...

Olá querido amigo Wanderley Elian Lima!

É isso mesmo, por trás do rótulo ainda tem cultura, pensamento, sentimento, memórias, traumas, experiências acumuladas, e lá bem no intimo o ser, a consciência onde tudo entra e sai.

Enquanto conhecemos apenas os aspectos transitórios, ainda não conhecemos a pessoa.

Grato pelo comentário. Um abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querida amiga Eugenia, boa noite!

O Ego muda constantemente para se adaptar a opiniões e situações.

Todas as vezes que há apego, não é nós(o nosso ser), mas o Ego quem está se apegando. É ele quem gosta, é ele quem desgosta... Somente ele pode ser nominável.

O que está por trás de tudo isso, o homem ainda não conheceu.

E é isso que estou estimulando cada um a conhecer – o ser. Porque ele é a única verdade sobre nós.

Grato pela sua participação.

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Pr Ednardo disse...

Quem dera! se os nomes fossem a essencia das pessoas...
Um forte Abraço
a proposito o nome Edson sig. muita inteligencia e poder na comunicação, no seu caso o nome é a assencia!
abraços

Pr Ednardo disse...

Quem dera! se os nomes fossem a essencia das pessoas...
Um forte Abraço
a proposito o nome Edson sig. muita inteligencia e poder na comunicação, no seu caso o nome é a assencia!
abraços

JOSUÉ disse...

Graça e paz!

Hoje não estou passando para opinar sobre as dilétas postagens, mas para fezer um convite, quero convida-los a conhecer o meu espaço, criado recentemente, um blog que fala sobre os dois lados da moeda na igreja, mesclado com detalhes do nosso cotidiano sangrento. Aguardo a visita.

Estarei seguindo esse espaço.

Abração.

www.emterradecego11.blogspot.com

Edson Carmo disse...

Querido amigo Pr Ednardo,

Grato querido por seu comentário, seu carinho e amizade!

Abraços do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querido amigo Josué,

Graça e paz!

Grato pelo convite. Já fiz a visita e estou seguindo!

Abração do amigo,

Edson Carmo