sexta-feira, 23 de outubro de 2009

AMOR NÃO É ENCONTRO DE CORPOS, MAS DE ALMA


A maioria das pessoas pensa que o amor acontece no âmbito do corpo, elas nem desconfiam que o âmbito do verdadeiro amor seja a alma. Sem alma tem-se apenas sexo, um encontro entre um macho e uma fêmea.

O amor entre um casal não pode ser decorrente apenas do encontro de dois corpos: o encontro de um macho com uma fêmea. O amor entre o casal é a transcendência dos seus corpos – que é a experiência do encontro de alma com alma. Sem o encontro de almas, sexo é acasalamento de animais. Nada mais!

É claro que os nossos sentidos táteis, olfativos, visuais, auditivos, estão no corpo, mas os sentimentos são da alma. Daí a plenitude desses sentidos se expressam como nunca, quando se “faz amor”... Ora, o amor é a alma em deleite, experimentando todo o seu poder de ser alma. A experiência do genuíno amor é sempre uma experiência de almas. Pessoas podem ser frias numa relação, e quentes numa outra; nada mudou em suas constituições físicas, mas tudo mudou na alma, porque enfim teve sua chance de experimentar a ela mesma no corpo e na alma do outro.

Quando duas pessoas se amam, por mais que a vida as separe, nunca mais elas serão elas mesmas, visto que nunca mais estarão sozinhas. Elas nunca mais serão uma dualidade, porque se transformaram em uma unicidade. Pra sempre!

Edson Carmo

14 comentários:

Dark angel disse...

Ai Edson, este último parágrafo é capaz de ter sido a coisa mais linda e verdadeira que eu já li... Falar de amor é tão simples e ao mesmo tempo tão complexo! É a coisa melhor do mundo, não é? A que mais nos preenche, e a que mais nos faz sentir a verdadeira condição humana... O porquê de termos sido criados e o porquê de vivermos. Obrigada por existir, Edson e difundir esta mensagem tão profunda, que chega tão cá dentro e faz tão bem...

Cátia disse...

oias!

Concordo contigo. Por isso é que existe sexo de uma noite e amor propriamente dito. Podemos fazer sexo com qualquer um, já amar não é assim.

Edson Carmo disse...

Cátia,

As pessoas se apegam muito ao sexo por causa da ejaculação, mas ejaculação qualquer animal pode conseguir – até na masturbação isso é possível. Mas o gozo do Amor é espiritual, não se consegue em um estado animal.

Obrigado por seu rico comentário e volte sempre.

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Minha amiga querida Dark,

O amor é o maior pico que se pode alcançar neste mundo. O amor é transcender este mundo. Amar é conhecer o Amante – é conhecer Deus. Que maravilhoso poder escrever algo para ser visto por você com tanta generosidade. Agradeço a Deus por você, por sua existência – um dia nos veremos face a face, você vai ver!

Obrigado por tudo!

Edson Carmo

Débora Camargos disse...

Paz para ti!
Hoje estou sem tempo, mas não poderia deixar de visitá- lo(já virou mania(risos).
Darei pitaco nesse post também.
Quando duas pessoas decidem casar no fogo da paixão, mas não se amam, se arrependem. O fogo apaga e o amor, a cumplicidade, a proteção, o carinho, o abraço, o beijo, o RESPEITO, os dois em um, o apreço, a dedicação passam a não existir na relação. Será por isso a razão de tantos divórcios?Escrevi um texto (tá no meu blog) sobre "Relações Descartáveis" e mais ou menos se enquadra no seu texto. Descartável é para uso rápido. Usar e jogar fora. Relação sem amor torna- se descartável. Obrigada!

Graça disse...

"...o amor é a alma em deleite, experimentando todo o seu poder de ser alma"...
Maravilhoso.
Real.Divino.

Edson Carmo disse...

Luz e Paz Débora!

Li seu post, esse que você se referiu, e fiz o seguinte comentário:

Existem as relações do tipo taxi e as do tipo carro próprio. Uma é efêmera e a outra duradora, mas o tratamento e sempre de pessoa com objeto. As pessoas são mais amantes de objetos do que de pessoas, porque podem dominá-los. Tal amor não funciona da mesma forma com pessoas, porque ninguém quer ser dominado. Essa é toda a miséria, toda a agonia dos relacionamentos.

Obrigado por sua bem vinda participação.

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

E o seu comentário é cheio de Graça, Graça.

Obrigado por sua bem vinda participação.


Edson Carmo

Teresa Cristina flordecaju disse...

Tuas palavras viajam dentro da alma descobrindo e segredando verdades. O amor é vida dentro de teu texto. Jamais seremos os mesmos após te ler. Cheiro. Teresa.

Edson Carmo disse...

Ufa, Teresa!

Sua assertiva deixou-me lisonjeado, beneficamente assustado, impactado... Tens uma forma contundente de organizar palavras.

Obrigado!

Edson Carmo

Ricardo Calmon disse...

Olá Meu Bom Edson Carmo,feliz fiquei de m3 seguires e recíprocando estoy!
Intenso,post esse!estilo seu especial é!

te abraço escriba amigo!

Viva Vida!

Edson Carmo disse...

Olá querido Ricardo Calmon,

Encantei-me com sua causa, a do perfil do seu blog, o blog também é sobremodo interessante.

Abraço guerreiro,

Edson Carmo

Rener Brito disse...

A grande dificuldade para encontrar o AMOR - é a incapacidade de ir além do intelecto, da lógica, da dialética e das descriminações. O bom de ir além do intelecto - é poder viver e entender que o AMOR não busca seus próprios interesses, não se recente do mal, não possui, não controla, simplesmente ama - não com normas frias, mas com calorosas atitudes em verdade.
Possuir é destruir todas as possibilidades de amar.

Edson Carmo disse...

Rener,

São belas e significativas as suas palavras. Obrigado!

Edson Carmo