quarta-feira, 21 de outubro de 2009

AMOR


O Amor é o fenômeno que permite com que o espírito do homem retorne a sua casa, a sua fonte. O Amor é o encontro do homem com Deus, com a Verdade... Sem Amor o homem está impedido de conhecer a Vida; sem Amor o homem só vem a conhecer a morte gradual, um respirar que vai do nascer até o falecer.

O homem em algum ponto perdeu o seu contato com a fonte; em algum momento da existência o homem foi expulso do paraíso, perdendo toda sua riqueza para sobreviver na mais profunda pobreza. Por isso mesmo aquilo que o homem tem chamado de amor, não é uma doação, um doar, e sim um tremendo mendigar.

O Amor que as pessoas hoje professam é muito falso, elas dizem: “amo fulano, mas tenho medo de amar cicrano”. Como é que da mesma fonte pode sair água doce e amarga? Ora, o amor não é linear, ele não se move em uma só direção, ele não se derrama em uma só pessoa. O amor é como um circulo concêntrico, ele se move em todas as direções, alcançando todos os corações. O amor é a fragrância do Divino que estando em um lugar, todos conseguem se beneficiar.

O amor é o pico mais alto da vida, aquele que o alcançou terminou toda sua peregrinação...

Edson Carmo

15 comentários:

Graça disse...

Edson,
sou abençoada por ter sido alcançada por um blog cristão e por uma pessoa inteiramente de Deus!
Voltarei com frequência!!!
O amor é tudo: benigno, reto, circunspecto, não se compraz na mentira... tudo crê, tudo espera, tudo suporta.
Amo o Amor!!!
Esteja com Deus!

Edson Carmo disse...

Graça, seu nome já diz tudo!

Amar a Deus sobre todas as coisas é uma outra forma de dizer o que você disse: "Amo o Amor!!!"

Obrigado por sua rica participação e volte sempre.

Edson Carmo

Eduardo Medeiros disse...

oi Edson, bom te conhecer. Obrigado pela vista ao sala do pensamento. Meu blog não é tão devocional quanto o seu, por isso mesmo gosto dos blogs mais devocionais. Ás vezes o pensamento satura, e aí, o coração deve falar.

Belo texto sobre o amor. Só não devemos confundir amor com pieguice. Quando Jesus expulsou à chicotadas os vendilhões do Templo, aquilo era um ato de amor.

Um grande abraço. E vou seguir teu blog.

Danilo Sergio Pallar Lemos disse...

Obrigado por estar me seguindo, o seu blog possui mensagens edificadoras. O amor, é alem do storge,phileo,eros; pois é expressivo e expanssivo é agape.
www.vivendoteologia.blogspot.com

Danilo Sergio Pallar Lemos disse...

Obrigado por estar me seguindo, o seu blog possui mensagens edificadoras. O amor, é alem do storge,phileo,eros; pois é expressivo e expanssivo é agape.
www.vivendoteologia.blogspot.com

Edson Carmo disse...

Ao Eduardo Medeiros

É um prazer acompanhar o seu blog, tão prazeroso quanto te receber aqui. Obrigado por enriquecer este espaço - um grande abraço.

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Ao Danilo Sergio

Também gostaria de agradecer o seu toque especial neste espaço.

Volte sempre!

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Ao Danilo Sergio

Também gostaria de agradecer o seu toque especial neste espaço.

Volte sempre!

Edson Carmo

♥ ♥ Eu disse...

É o amor incondicional e deveria estar em primeiro lugar em todos os corações...

Adorei te conhecer!

beijos de boa noite prá vc!

Edson Carmo disse...

Eu,

Deus canta nos poetas; Ele canta nos passarinhos, no ruído do mar e das cachoeiras... Posso ouvir Deus em você, na sua poesia.

Obrigado por compartilhar todas essa beleza!

Foi maravilhoso te conhecer.

Edson Carmo

Débora Camargos disse...

O amor que Jesus pregou tanto é aquele que se compadece com o sofrimento do outro, independente de quem seja. Como na parábola do bom samaritano que apesar de não conhecer aquele homem, cuidou dele como quem cuida de um irmão. Eu entendo assim. Tem amor de pai para filho, de marido para mulher e mulher para marido. Mas esse amor é natural, é óbvio. Agora, o verdadeiro amor é aquele que transcende o sentimento de gostar ou não. É aí que está a questão! Amar nossos inimigos. Está aí a batalha da carne com o espírito. Entendo assim. Não sei. Eu te amo!
Obrigada! Me perdoe!

Débora Camargos disse...

Gosto tanto daqui! Divulgarei seu blog. Obrigada! Eu te amo! Me perdoe!

Edson Carmo disse...

Débora querida,

Gosto tanto da tua presença aqui, do seu amor, do seu carinho, da beleza com que dás luz aos teus comentários. Me sinto honrado com a sua assertiva de divulgar o meu blog. Já divulguei o seu blog no mural do projeto INDO.

Te amo, me perdoe, um abraço...!

Edson Carmo

Tainã Steinmetz disse...

Ah eu concordo com você.
Quem é capaz de amar, é capaz de sentir a verdadeira paz interior.

;*

Edson Carmo disse...

Tainã, que bom que você tá de volta!

Obrigado por sua participação.

Edson Carmo