quinta-feira, 5 de novembro de 2009

MEDO


O medo é o seu vazio! Se você vai todo dia ao trabalho, como poderá ter medo de errar o itinerário? Você conhece bem o caminho, está cheio da certeza de conhecê-lo direitinho – como terá medo? O medo não é a sua memória. Memória é algo que aconteceu, medo é algo que está acontecendo. Quando você está com fome, sua fome não é fruto da memória, e sim uma necessidade, um vazio no presente. Assim é o medo: o seu vazio, a sua fome de todo tipo de segurança.

Edson Carmo

12 comentários:

Carlos Bayma disse...

Boa, Edson. Gostei do post.

Edson Carmo disse...

Dr. Bayma,

Esperei muito um comentário seu. Agora devo agradecê-lo.

Obrigado,

Edson Carmo

Jair Machado Rodrigues disse...

Oi amigo, tenho muitos medos, até do itinerário até meu trabalho. Tenho medo de ficar só para sempre, tenho medo do escuro e do claro também, mas tenho Deus no coração, é o que não me deixa desistir e ficar embaixo da cama. Que Deus esteja sempre conosco.
ps. teus post me levam a profundas reflexões. Grande abraço.
ps.2 tenho um medo terrível de sair de dentro de casa todos os dias, às vezes me atraso para o trabalho, mas não desisto...

Lumenamena disse...

Medo?! Sentimento esse, que está a tornar-se uma das doenças do nosso século. Quantas pessoas, por pavor nem saem de casa!

A inquietação, falta de paz, desespero e insegurança, traduz-se em medo. Pode até levar um indivíduo ao isolamento na sociedade.
Venceremos o medo quando formos capazes de vencer a nós mesmos. A principal ameaça para nós é o nosso próprio egoísmo.

Se tivermos que ter medo de alguma coisa, deve ser o medo de não amar, pois se não amarmos, verdadeiramente, não conseguiremos viver, já que não há vida sem amor.

Um Grande Abraço,
Lumena

mais amor, por favor. disse...

Gostei muito, tu escreve muito bem :)
Meus parabéns!

Edson Carmo disse...

Lumena

Você está certa, que pena que a humanidade “vive” assim...

Um Grande Abraço,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Mais amor, por favor.

Que rima maravilhosa. Obrigado e volte sempre.

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Jair,

O medo que você está carregando não é seu, e você só o está carregando porque não o soltou para agarrar o destemor. Se estou com as mãos cheias de pedras, como agarrarei pepitas de ouro? O seu medo é um problema do seu pensamento, e os problemas do pensamento só podem ser resolvidos com outros pensamentos. Somente os problemas existenciais – tais como a morte – não podem ser resolvidos com pensamentos.

São João disse em algum lugar: “No amor não há medo, antes o amor lança fora o temor”

Jesus Cristo disse: “Deus é amor”

Fica na paz,

Edson Carmo

Eduardo Medeiros disse...

Oi Edson, tudo beleza?

O medo é um dos nossos instintos mais básicos. Necessário. Se nada teméssemos, seria difícil evitar o perigo e estaríamos à mercê do perigo.

Mas o medo do mundo, o medo do outro, o medo do medo, são neurotizações do instinto necessário. São consequências da nossa sociedade doente que acaba nos atingindo.

Temos que saber encontrar o equilíbrio. Como diz o Tao.

abraços calorosos

Edson Carmo disse...

Meu amigo Eduardo, tudo beleza!

Não estou tomando aqui a palavra medo como: susto, reflexo, instinto de sobrevivência, intuição e sabedoria do corpo. Tomo-a como ausência de amor, de segurança – ausência do próprio Deus.

Como disse o Rei Davi: “... ainda que eu ande pelo vale de sombra e morte, não temerei mal algum por que o Senhor é comigo...”

Abraços fraternalmente calorosos,

Edson Carmo

busquesantidade disse...

O Amor Ágape, o Perfeito Amor lança fora todo o temor. Estive pensando nisso esta noite. Sede perfeita NO AMOR, como Eu Sou Perfeito!Esse lançar-se no Amor sem medo é que é a grande sacada e a mais difícil,exige passos na fé, já que ela é: crer, confiar e abandonar-se inteiramente em quem acreditamos. Esse abandono exige de nós um completo destemor. Grande pérola essa!(sorriso) Abraço fraterno. Lourdes Dias.

Edson Carmo disse...

Lourdes Dias,

O vazio que falo aqui é estar cheio de lixo, é ter uma garrafa de refrigerante sem refrigerante, uma caixa de leite sem leite... As pessoas falam de amor, mas não tem amor; falam de paz mão não tem paz. Para ter Deus amor dentro de si é preciso se desfazer de todo esse lixo, de todo esse vazio – Deus amor é o único preenchimento.

Um abraço vivo,

Edson Carmo