sexta-feira, 27 de novembro de 2009

UM MEIO MUITO USADO PARA CHAMAR A ATENÇÃO


Há um tipo de sofrimento que é um meio muito sutil, um truque para chamar a atenção. A maioria dos sofredores que conheci, eram apenas pessoas que gostavam de chamar à atenção. Esse chamado de atenção muitas das vezes era por pura vaidade, uma tentativa de dizer: “ninguém agüenta o que eu agüento.” Outras vezes era uma artimanha ladina, uma forma de atrair carinho, apoio e atenção. É por isso que é tão difícil esse tipo de sofredor abandonar o seu sofrimento, ele está identificado com os elogios, os carinhos... Esse é o seu único tesouro, e ele não quer perder.

Sofrimento não é dor. A dor é biológica, o sofrimento é psicológico. A dor é existencial, mas o sofrimento é do pensamento. Quem sofre com aquilo que não vê? Tem um velho provérbio popular que diz: “o que os olhos não vêem o coração não sente.” Mas a dor!? Precisamos ver a causa da dor para que ela exista?! Não, ninguém precisa vê a causa da dor para senti-la! Você não pode evitar a dor, mas pode viver sem esse tipo de sofrimento. O único sofrimento inevitável é o sofrimento por amor, mas o sofrimento para ser amado, esse sim pode ser evitado.

Edson Carmo

16 comentários:

Verdinha disse...

nao concordo, mas cada um tem a sua opiniao..

Edson Carmo disse...

Olá Verdinha!

Na verdade, cada um tem um nível diferente de entendimento.

Obrigado pelo comentário.

Edson Carmo

Lumenamena disse...

Edson Carmo,

Para alguns pode ser para chamar a atenção.
É para esses, que têm tendência para achar que a vida sempre será um mar de rosas. É como se, para muitos, as rosas não tivessem espinhos. Viver num mundo dos sonhos e da ilusão é mais fácil, pois não produz nenhum tipo de dôr e todas as questões da vida são como a pessoa gostaria que fossem. Mas isso não faz parte do dia-a-dia, é imaginário. Não é real.
à nossa volta estão as falhas humanas, os conflitos familiares, os acidentes, os problemas, os traumas, as angústias, as perdas, a morte.
Por isso, a mente humana insiste em negar o problema do sofrimento, para evitar a dôr emocional. É um mecanismo de defesa do mundo interior do ser humano.
Olha para os outros e não consegue entender por que conseguem estar bem e ela não. A revolta é tanta que, se pudesse pegar no sofrimento e colocá-lo numa caixa junto com dinamites e explodí-los,
ela o faria.

Um Abraço,
Lumena

TK disse...

O sofrimento é opcional.

Edson Carmo disse...

Minha amada amiga Lumena,

A vida não é uma flor de plástico, ela não é estática – é um fluxo. A vida não é lógica – ela é dialética. A vida tem espinhos e ainda murcha.

A dor é biológica, o sofrimento é psicológico. A dor é existencial, mas o sofrimento é do pensamento. Quem sofre com aquilo que não vê? Tem um velho provérbio popular que diz: “o que os olhos não vêem o coração não sente.” Mas a dor!? Precisamos ver a causa da dor para que ela exista?! Não, ninguém precisa vê a causa da dor para senti-la!

Obrigado pela sua colaboração.

Um beijo no coração,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querida TK,

É verdade, o sofrimento é o opcional!!!

A dor é biológica, o sofrimento é psicológico. A dor é existencial, mas o sofrimento é do pensamento. Quem sofre com aquilo que não vê? Tem um velho provérbio popular que diz: “o que os olhos não vêem o coração não sente.” Mas a dor!? Precisamos ver a causa da dor para que ela exista?! Não, ninguém precisa vê a causa da dor para senti-la!

Obrigado pela sua colaboração.

Abraços do coração,

Edson Carmo

Mariza Matheus disse...

Não creio que o sofredor faz para chamar atenção. Como por exemplo a pessoa que tem T. Obsessivo Compulsivo (que leva um sofrimento psíquico enorme). E tem coisas que não sabemos por que acontece, não temos respostas, nem mesmo por que do sefrimento.

Abraço a todos

Mariza

Edson Carmo disse...

Olá querida Mariza Matheus!

"Você é o resultado daquilo que pensa. A mente é tudo. O que você pensa, você se torna."

Buddha

Capturei esse pensamento no seu blog, ele diz exatamente o que estou tentando dizer. O sofrimento não é para todos, mas para aqueles que pensam que tem que sofrer.

Obrigado por sua colaboração,

Edson Carmo

Jakeline Magna disse...

Olá Edson vim retribuir a visitinha, e se seguir... adorei o estilo do seu blog, parabéns... bjsss

Edson Carmo disse...

Querida Jakeline,

É simplesmente uma honra tê-la por aqui.

Obrigado!!!

Abraços,

Edson Carmo

. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Reyel Angel disse...

Concordo com vc. Acho q desabafar às vezes nosso sofrimento é bom para aliviá-lo, mas qdo se torna um lamentar constante, aí é querer mesmo chamar a atenção... Ninguém tem o poder de nos livrar do sofrimento a não ser nós mesmos. Muitos confundem dor com sofrimento; com certeza a dor doi, mas é física, o sofrimento é mental. Prova disso é que duas pessoas podem passar por um mesmo conflito , porém sofrem em proporção bem diferente com isso.
Bjo na alma!

Edson Carmo disse...

Querida Reyel,

Incrível!! Sua intuição está correta!!! Você entende existencialmente o que estou a dizer. Por isso mesmo você é vencedora.

Obrigado.

Bjo na alma!

Edson Carmo

Eduardo Medeiros disse...

Olha Edson, esse teu texto é por demais complexo, no meu entender.

Se é verdade que muitos usam o sofrimento para ganhar a simpatia do mundo, o que eu considero um estado por demais doentio, há o sofrimento de verdade, que nos punge a alma até a exaustão muitas vezes.

A dor é biológica? sim. O sofrimento é psicológico? sim, mas o biológico pode influenciar por demais o psicológico, assim entendo.

Lembro agora do preparador físico Nuno Cobra, que treinou campeões como o Ayrton Senna. O seu método de trabalho é sempre primeiro cuidar do corpo (biológico) para depois, motivar o psicológico(mente) com as mudanças produzidas no corpo.

É o caminho dele. E funciona. Mas eu particularmente, estou propenso a pensar que sem mudança de mente, não há mudança de nada. Nesse sentido, acredito que o sofrimento demasiado e incontrolável, passa por uma mente que precisa ser trabalhada e equilibrada.

Acredito piamente no pensamento do Buda "Você é o resultado daquilo que pensa. A mente é tudo. O que você pensa, você se torna."

Mas é verdade que cada um vai processar o sofrimento de uma forma diferente.

Abraços

Edson Carmo disse...

Querido amigo Eduardo,

O Espírito “existe” antes da matéria. Como a matéria poderia ser feita se não “existisse” antes o Espírito? Poderia a matéria criar o Espírito? O Espírito criou a matéria!

A fé cura! Ela é espiritual. A fé é um alicerce firme, a certeza de que o esperado vem mesmo quando ele não está às vistas.

Se houver contentamento, não poderá existir sofrimento. Fé é contentamento!

Abraços,

Edson Carmo

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ viagra
http://commanderviagragenerique.net/ viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra precio
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra