segunda-feira, 21 de março de 2011

AUSÊNCIA OU PRESENÇA?


Treva, fraqueza, tristeza... Esses fenômenos são presenças ou ausências? Se você investigar bem direitinho, vai perceber que eles são ausências, e não, presenças.

Eu posso dizer que treva é ausência de luz, mas não posso dizer que a luz é ausência de treva. Porque eu posso chegar com a luz e sair com a luz. Eu posso intensificar a luz e posso diminuir a luz. Eu posso acender a luz e apagá-la. Mas o que eu posso fazer com a treva? Para onde eu Posso levá-la? Eu posso trazê-la para um lugar onde eu queira afastar a luz? É certo que não!

Treva é ausência e não presença. Fraqueza é ausência e não presença. Tristeza é ausência e não presença... Por serem ausências, não existem! Mas por que as pessoas as tratam como se existissem? Ora, essas pessoas foram criadas com fantasias, cresceram acreditando em mentiras. A mentira só “existe” se alguém acreditar, mas a verdade existe mesmo sem ninguém acreditar.

Muitos crêem que o mal é uma presença, mas eu vos digo que ele é uma ausência. Ausência do bem! Ausência de Deus. Deus criou o que existe, não o que não existe. O que não existe é uma ausência e não uma presença.

Portanto o frio não foi criado, ele é apenas a ausência do calor. A trava não foi criada, ela é apenas a ausência da luz. A morte não foi criada, ela é a ausência da vida. A tristeza não foi criada, ela é a ausência da alegria. O mal não foi criado, ele é a ausência do bem... Ausências não foram craiadas, ausências são faltas. Traga o que existe a sua vida e ela estará preenchida por aquilo que foi criado por Deus, por aquilo que veio de Deus. Tudo que foi criado por Deus é bom. Tudo o que Deus não criou, não pode ser bom.

Edson Carmo

10 comentários:

..Júnior Alves... disse...

Fantástico post1
Consegui sair superior de quando entrei nesta leitura. Absolutamente aplicável para definição e Deus que uma pessoa pode ter.
Abraço.

..Júnior Alves... disse...

CORREÇÃO:
[...] Absolutamente aplicável para qualquer definição de Deus que uma pessoa possa ter.

Jefhcardoso disse...

Olá, Edson! Prazer estar aqui! Parabéns por esta postagem profunda e convidativa à reflexão. Onde há trevas não há luz.
Sobre seu comentário em meu blog, eu sempre penso nas relações provenientes do convívio ocasionado pela vida de profissional da saúde. Acho que é de onde eu tiro a maioria dos textos que já escrevi. É algo muito complexo. Os aspectos jamais se esgotam.
Amigo, obrigado por sua atenção e pelo ótimo comentário que me permitiu falar deste assunto pelo qual muito me interesso. Obrigado mesmo!

Jefhcardoso

Wevertton disse...

Tens toda a razão, Treva, fraqueza, tristeza... são ausencia do que não foi vivido! Legal o texto!

Passa la quando puder!

Wevertton disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Edson Carmo disse...

Querido amigo Júnior Alves,

Fico grato por seu depoimento.

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querido amigo Jefh Cardoso,

Grato por seu comentário e apoio. Continue com seu trabalho, ele é ótimo!

Um abraço do amigo,

Edson Carmo

Edson Carmo disse...

Querido amigo Wevertton,

É isso aí...

Grato por seu comentário e convite.

Abraços do amigo,

Edson Carmo

Nâna Pessoa disse...

Maravilhoso!!

Sem palavras para descrever...

Abraço forte,
Nâna

Edson Carmo disse...

Querida Nâna,

Como é bom quando a qualidade interior é tocada...

Grato por comentar desta forma.

Abraço forte do amigo,

Edson Carmo