domingo, 28 de setembro de 2008

SABER AMAR!


Saber amar não é conhecer o Cama Sutra. O Cama Sutra não fála de amor, mas de sexo e de muitas “posições”. Saber amar não é saber fazer uma bela prisão para o parceiro. E mesmo que se prenda o corpo, a alma continuará em liberdade para sentir e pensar no que quiser. No relacionamento de amor não há “coleira”. “Coleira” é o instrumento dos inseguros, os que pensam que é possível prender uma pessoa com qualquer laço que não seja feito do amor fiel. Saber amar é saber se dar ao outro sem proibir a sua liberdade. Ora, uma pessoa amada será mais “presa” ao seu amante ou a sua amante quanto mais seja por ele ou por ela amado ou amada. Pensar diferente é trocar a realidade pela fantasia. Então, ame sem medo! E lembre-se: entre um homem e sua mulher (ou vice-versa), tudo o que não degrada o outro é bom. O que não é bom é lixo, e deve ser lançado fora do relacionamento.

Edson Carmo

2 comentários:

ruth disse...

Acho ainda que se algo da sua essência se degrada, não é amor é apego!
De novo, é bela sua visão do amor!

Edson Carmo disse...

Apego, condicionamento, vício... Estou com você e não abro!! Valeu Ruth.

Edson Carmo